Corantes e óleo de lamparina: o que tem nos azeites suspensos no Brasil

·1 min de leitura
Bottle of Olive oil pouring in a glass bowl with olives and branch
O Brasil é o terceiro maior importador de azeite de oliva do mundo

(Getty Images)

  • Mapa identificou substâncias impróprias para consumo em azeites de oliva

  • Dentre elas, estão corantes e óleo para acender lamparina

  • Na semana passada, 24 marcas foram suspensas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) identificou, nas 24 marcas de azeite de oliva suspensas na semana passada, outros tipos de óleos, como de soja, corantes e azeites impróprios para o consumo - como o lampante, usado para acender lamparinas.

Leia também:

As adulterações, segundo Glauco Bertoldo, diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Dipov) do Mapa, são feitas para aumentar o volume dos azeites. Todas as garrafas estavam rotuladas como importadas.

Ele ainda explica que o óleo vegetal com azeite lampante é bastante usado para fraudar azeites e que tem cheiro forte e acidez elevada. O produto é extraído de azeitonas deterioradas ou fermentadas e não deve ser consumido. As informações são do UOL.

Especialistas devem experimentar os azeites

Para identificar as fraudes, especialistas filiados ao Conselho Oleícola Internacional (IOC) analisam cor, aroma e gosto dos produtos. “Essas adulterações mais refinadas muitas vezes não são detectadas nem em laboratório", afirmou Bertoldo ao UOL.

As 24 marcas apreendidas na semana passada também passarão por testes laboratoriais e os resultados devem sair em breve.

O Brasil é o terceiro maior importador de azeite de oliva do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos e União Europeia. Nenhuma marca nacional continha adulterações. Confira quais foram suspensas aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos