Coreógrafos de nomes como Anitta e Ludmilla ministram workshops em festival de danças urbanas

Natália Boere
·1 minuto de leitura

RIO — Quem gosta do rebolado poderá aprender com quem entende — e muito bem — do riscado: coreógrafos de nomes como Anitta e Ludmilla estão à frente dos workshops oferecidos no Esquenta WDC Festival de Danças Urbanas, que acontecerá hoje e amanhã, das 10h às 20h30m, na quadra da Rocinha. O local tem capacidade para 300 pessoas, mas, em tempos de pandemia, receberá apenas 60 inscritos por dia, seguindo todos os protocolos de segurança, de acordo com os organizadores do evento. O passaporte para os dois dias custa R$ 80 e pode ser comprado no local.

— Sou nascida e criada na Rocinha, e fazer o WDC, pela primeira vez, dentro da minha casa é mostrar ao cenário da dança que existe um evento de muita seriedade que representa o Rio e nasceu na favela — afirma Ana Lúcia Silva, fundadora da Cia Livre de Dança da Rocinha e idealizadora do festival, que chega à quinta edição.

Coreógrafa de hits como “Show das poderosas” e “Vai, malandra”, de Anitta, Arielle Macedo vai ensinar jazz funk e promete que a aula vai ter punch:

— Ainda não escolhi a música que vou coreografar no WDC, mas vai ser algo que está bombando.

A professora de educação física Deise Cris já foi a duas edições e é das mais animadas:

— Amo dança, e o festival me permite conhecer novas pessoas e outras formas de me expressar através do corpo. É muito bom.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)