Coreia do Norte faz exercício militar no aniversário do Exército

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Coreia do Norte realizou nesta terça-feira (25) exercícios militares com munição real para celebrar o 85º aniversário da criação de suas Forças Armadas.

De acordo com a agência sul-coreana Yonhap, o regime do ditador Kim Jong-un celebrou a data com "o maior exercício de artilharia" até agora, na cidade de Wonsan, na costa leste do país.

"Não há limite para o poder de ataque do Exército do Povo, armado com equipamentos de ponta", disse editorial do "Rodong Sinmun", jornal do regime norte-coreano.

Havia a expectativa de que as autoridades norte-coreanas conduzissem um novo teste nuclear ou um teste de lançamento de míssil, mas, segundo o Ministério da Defesa sul-coreano, "nenhum desenvolvimento fora do comum foi detectado".

Enquanto isso, a Marinha da Coreia do Sul realizou exercícios militares com navios americanos, e o submarino USS Michigan atracou na costa do país. As forças sul-coreanas deverão se juntar em breve ao porta-aviões americano USS Carl Vinson, que navega em direção a região, para demonstrar força contra o regime de Pyongyang.

Os novos exercícios militares na península Coreana ocorrem em meio a tensões crescentes na região, com trocas de acusações entre o governo dos EUA e o regime do ditador Kim Jong-un.

A Coreia do Norte, que vem tentando nos últimos anos desenvolver uma bomba atômica, é considerada o principal desafio do presidente Donald Trump na região Ásia-Pacífico.