Coreia do Norte lança segundo míssil hipersônico em teste

·1 min de leitura
Pessoas assistem à transmissão de reportagem na televisão de Seul, na Coreia do Sul, sobre disparada de míssil pela Coreia do Norte

Por Josh Smith

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte disparou um "míssil hipersônico" nesta semana que atingiu com sucesso um alvo, informou a agência estatal de notícias KCNA nesta quinta-feira, no segundo teste do tipo enquanto o país busca novas capacidades militares enquanto as negociações pela desnuclearização estão paralisadas.

O lançamento, feito na quarta-feira, foi o primeiro da Coreia do Norte desde outubro e foi detectado por várias Forças Armadas da região, atraindo críticas de governos como os dos Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão.

A Coreia do Norte testou pela primeira vez o míssil hipersônico em setembro, entrando em uma corrida liderada por grandes potências militares para desenvolver sistemas avançados de armas.

As armas hipersônicas normalmente voam em direção a seus alvos em altitudes menores do que mísseis balísticos, e podem atingir mais de cinco vezes a velocidade do som --ou cerca de 6.200 km/h.

Apesar do nome, analistas dizem que a principal característica das armas hipersônicas não é a velocidade --que pode ser igualada ou até ultrapassada por ogivas de mísseis balísticos tradicionais-- mas sim sua capacidade de manobra.

No teste de quarta-feira, a "ogiva hipersônica deslizante" se destacou do foguete de impulsionamento e foi manobrada 120 quilômetros lateralmente antes de "atingir com precisão" um alvo a 700 quilômetros de distância, reportou a KCNA.

(Reportagem adicional de David Brunnstrom em Washington)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos