Coreia do Norte permite por lei lançar ataques nucleares preventivos

A Coreia do Norte aprovou uma lei que autoriza o lançamento de ataques nucleares preventivos e declara seu programa de armas atômicas "irreversível", informou a mídia estatal nesta sexta-feira (8).

O anúncio ocorre em meio a crescentes tensões na península coreana, onde Pyongyang realizou uma série sem precedentes de testes de armas este ano e culpou Seul pelo surto de covid-19 em seu território.

O texto promulgado permite que a Coreia do Norte lance um ataque nuclear preventivo "automaticamente" e "destrua imediatamente forças hostis" se uma força estrangeira representar uma ameaça iminente a Pyongyang, disse a agência de notícias oficial KCNA.

Além disso, com a nova lei, "o status de nosso país como um Estado com armas nucleares se torna irreversível", disse o líder Kim Jong Un, segundo a KCNA.

A Coreia do Norte realizou uma série de testes militares desde janeiro, incluindo o do primeiro míssil balístico intercontinental de pleno alcance desde 2017.

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul alertaram repetidamente que Pyongyang prepara o que seria seu sétimo teste nuclear.

cdl/cwl/ser/dbh/am