Coreia do Norte pode ter capacidade para ampliar produção de urânio, diz relatório

·1 min de leitura
Bandeira da Coreia do Norte na sede da missão diplomática do país em Genebra

Por Josh Smith

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte é capaz de obter todo o urânio de que necessita para suas armas nucleares graças à usina já existente de Pyongsan, e imagens de satélite de pilhas de resíduos levam a crer que o país pode produzir muito mais combustível nuclear do que produz, concluiu um novo estudo acadêmico.

Apesar de uma moratória autoimposta a testes de armas nucleares desde 2017, a Coreia do Norte diz que continua formando seu arsenal, e neste ano pareceu ter religado um reator que muitos acreditam produzir plutônio adequado para armas.

De acordo com a pesquisa publicada por pesquisadores da Universidade Stanford e uma consultoria de mineração do Estado norte-americano do Arizona no periódico científico Science & Global Security no mês passado, a Coreia do Norte pode ser capaz de aumentar a produção, e não tem necessidade de outras usinas de urânio.

"Está claro que a RPDC parece ter uma capacidade de trituração substancialmente maior do que está usando até agora", disse o relatório, usando as iniciais da República Popular Democrática da Coreia, nome oficial do país. "Isto significa que a RPDC poderia produzir quantidades muito maiores de urânio natural triturado se desejar."

A Planta de Concentração de Urânio de Pyongsan e a mina associada a ela são a única fonte publicamente conhecida de minério de urânio do país, segundo analistas.

O relatório coincide com outras imagens de satélite que mostram que a Coreia do Norte está trabalhando em uma grande ampliação de seu reator nuclear de Yongbyon, que analistas dizem que pode ser usado para produzir urânio adequado para armas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos