Coreia do Norte realiza show de Réveillon, apesar de restrições por Covid-19

Josh Smith
·1 minuto de leitura

Por Josh Smith

SEUL (Reuters) - Norte-coreanos compareceram à praça principal da capital do país, Pyongyang, na noite de quinta-feira para assistir a um show e fogos de artifício marcando o Ano Novo, revelou a mídia estatal, em meio a restrições para conter um surto de coronavírus.

A televisão estatal mostrou os participantes usando máscaras, mas próximos uns dos outros enquanto acenavam com luzes brilhantes e balões na Praça Kim Il Sung.

Artistas - nenhum deles com máscaras protetoras - cantavam e dançavam em um palco decorado com um grande e colorido cartaz "2021".

Bonecos de neve gigantes batiam palmas enquanto os artistas cantavam músicas com refrões patrióticos como "glória ao general Kim Jong Un" e "Gosto do meu país, o melhor".

O evento parecia ser menor em escala do que nos anos anteriores, disse Colin Zwirko, correspondente do NK News de Seul, que monitora a Coreia do Norte.

"Definitivamente um evento muito menor do que no ano passado, a julgar pela apresentação discreta e menor público", escreveu ele no Twitter.

A Coreia do Norte disse não ter casos confirmados de coronavírus, embora tenha testado milhares de pessoas, e o governo impôs lockdowns de fronteira quase totais e outras medidas rígidas para evitar um surto.

Autoridades da Coreia do Sul e dos Estados Unidos duvidam da alegação de que a Coreia do Norte não teve nenhum caso.

Em outubro, o líder Kim Jong Un supervisionou um desfile militar na Praça Kim Il Sung com milhares de soldados sem máscara.

(Por Josh Smith; reportagem adicional de Heejung Jung)