Coreias do Norte e do Sul restabelecem comunicação encerrada há dois meses

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Coreia do Norte e a Coreia do Sul restabeleceram seus canais de comunicação na manhã desta segunda-feira (4, noite de domingo no Brasil), cerca de dois meses após o regime de Pyongyang encerrar a interlucução completamente.

O ministério sul-coreano de Unificação disse em um comunicado que autoridades das duas Coreias fizeram na manhã de segunda-feira sua primeira ligação telefônica desde agosto.

"Com a restauração da linha de comunicação Sul-Norte, o governo [de Seul] considera que se criou uma base para a recuperação das relações intercoreanas", declarou a pasta.

Mais cedo, ao anunciar que a comunicação seria restabelecida, a agência de notícias norte-coreana KCNA disse que "as autoridades sul-coreanas devem fazer esforços positivos para colocar as relações Norte-Sul no caminho certo".

O regime do ditador Kim Jong-un interrompeu os canais de diálogo com Seul no início de agosto, em sinal de protesto contra exercícios militares conjuntos entre as forças armadas da Coreia do Sul e dos Estados Unidos. O corte ocorreu poucos dias após as Coreias restabelecerem as comunicações depois de um ano de silêncio entre as partes.

O gesto de reaproximação desta segunda-feira se dá em um contexto de acirramento da corrida armamentista na península Coreana ao longo dos últimos meses. Em setembro, Pyongyang e Seul realizaram disparos de mísseis balísticos, em uma demonstração de algumas das armas mais sofisticadas que os países têm desenvolvido.

A diferença entre as ações militares das duas Coreias é que os sistemas de mísseis balísticos do Norte foram proibidos por sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, entidade responsável por zelar pela paz em âmbito mundial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos