Corinthians e patrocinadora rompem contrato por conta da crise financeira


Por conta da crise financeira provocada pela pandemia de coronavírus, o Corinthians e a MarjoSports anunciaram a rescisão do contrato de patrocínio que iria até dezembro deste ano. O rompimento do acordo, que se iniciou em abril de 2019, foi divulgado em nota oficial na manhã desta segunda-feira.

Segundo o comunicado publicado pelo clube, as partes decidiram romper o contrato em comum acordo diante das consequências econômicas trazidas pela paralisação das competições. A marca há mais de um ano exibia seu logo nas mangas da camisa corintiana e recebeu agradecimentos pela parceria.

Em recentes entrevistas, o presidente Andrés Sanchez dizia que até aquele momento nenhum patrocinador havia deixado o clube, mas todos eles renegociavam os pagamentos devido à situação financeira. Alguns suspenderam o pagamento e outros reduziram um percentual.

Com a saída da MarjoSports, o Timão agora tem oito patrocinadores em sua camisa. São eles: Banco BMG (máster), Totvs, Cartão de Todos, Hapvida, Midea, Ale, Joli e Poty. Além de, é claro, a Nike, como fornecedora de material.

Veja na íntegra a nota oficial divulgada pelo Corinthians sobre o rompimento:

"O Sport Club Corinthians Paulista e a MarjoSports Live Score, startup de tecnologia voltada ao mundo do entretenimento esportivo, informam ao mercado que decidiram em comum acordo encerrar o contrato de patrocínio iniciado em abril de 2019.

A medida, tomada de maneira amigável, faz parte de uma série de procedimentos adotados pelo clube e pela empresa para o enfrentamento das consequências econômicas ocasionadas pela pandemia da Covid-19 em função da suspensão das competições.

O clube agradece a confiança depositada na sua força de marketing e comunicação e deseja sucesso à MarjoSports, “Patrocinadora Oficial do Corinthians” que muito nos orgulhou ao expor sua marca no manto alvinegro, backdrops de entrevistas, placas estáticas no Centro de Treinamento, site e posts nas mídias sociais".