CoronaVac é capaz de criar anticorpos contra a covid-19 ao longo de um ano, aponta estudo

·1 min de leitura
A healthcare worker prepares a dose of the CoronaVac COVID-19 vaccine at a drive-thru vaccination post in Brasilia on September 13, 2021. - Brazil is one of the fastest vaccinating countries on the planet, after a late and chaotic start that continues to take its toll on President Jair Bolsonaro. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
No Brasil, CoronaVac é fabricada no Instituto Butantan, em parceria com a SinoVac (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)
  • CoronaVac é capaz de criar anticorpos contra a covid-19 por um ano

  • Estudo foi feito com 150 voluntários na China ao longo do tempo, para medir níveis de anticorpos no sangue

  • Estudo foi publicado em pré-print pela revista científica The Lancet

Um estudo, ainda em pré-print, publicado pela revista científica The Lancet, indica que a CoronaVac, vacina contra a covid-19 produzida pela SinoVac em parceria com o Instituto Butantan, é capaz de produzir anticorpos contra a doença por um ano. 

A pesquisa, que precisa ser revisada por pares, por feita pela Comissão de Ciência e Tecnologia Municipal de Pequim. Participaram do estudo 150 pessoas, todas entre 18 e 59 anos. Entre elas, 136 tinham recebido as duas doses da CoronaVac, com intervalo de 14 dias.

Foram coletadas amostras de sangue dos participantes antes da imunização, um mês, três meses, seis meses e 12 meses após receberam a vacina. Os cientistas mediram tanto a resposta humoral, isto é, a derivada dos anticorpos, e a resposta celular, que diz respeito aos linfócitos T.

No primeiro mês após a imunização completa, os índices de anticorpos surgiram de forma rápida. A taxa de soropositividade dos anticorpos de ligação foi de 99% e a taxa de soroconversão de anticorpos neutralizantes foi de 50%.

Entre o terceiro e o décimo segundo mês com a imunização completa, houve uma ligeira queda dos anticorpos neutralizantes e de ligação ao longo do tempo. Ainda assim, depois de um ano, era possível detectar anticorpos nos voluntários.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos