Coronavírus causa proibição de embarques e desembarques de cruzeiros no Brasil

PAULO SALDAÑA

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Cruzeiros turísticos estão impedidos de fazer embarques e desembarques no Brasil, segundo informação do Ministério da Saúde desta quinta-feira (19). Trata-se de medida de combate contra a disseminação do coronavírus.

"Cruzeiros estão totalmente impedidos de fazer embarques no Brasil", disse o secretário executivo da pasta, João Gabbardo, durante entrevista coletiva em Brasília.

Segundo Gabbardo, cruzeiros internacionais que tinham o Brasil como destino já não vão mais desembarcar no país, com exceção de dois navios turísticos que já estão em operação.

Esses cruzeiros devem concluir o trajeto sem paradas intermediárias. "As pessoas vão desembarcar [do cruzeiro] apenas para embarcar no avião [para voltarem a seus países]".

Navios que fazem transporte de cargas não serão impedidos de atracar no país. Uma proibição como essa poderia comprometer fornecimentos de produtos ao país. Mas a tripulação não pode desembarcar.

Questionado pela imprensa, de modo remoto, João Gabbardo, disse que a pasta não vê justificativa para fechar fronteiras entre estados dentro do país.

"A tendência é que todas as capitais tenham [em breve] casos sustentados", disse ele, ao argumentar a falta de efetividade de uma medida como essa.

Há transmissão comunitária nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre --em Santa Catarina, há registros no sul do estado, na região de Tubarão. Os estado de São Paulo e Pernambuco também têm esse registro.