Coronavírus: China e Japão já planejam retorno do futebol após a crise

Epicentro da maior crise sanitária da geração, a China está perto de controlar o coronavírus e já pensa na volta do futebol no país. Segundo o jornal inglês "Daily Mail", o retorno da Superliga Chinesa já tem data: 18 de abril.

A temporada 2020 do campeonato nacional mais badalado do Ásia estava previsto para começar no dia 22 de fevereiro, mas foi adiado por tempo indeterminado por conta da epidemia de covid-19 que se alastrou por toda a China.

A liga chinesa reúne vários jogadores brasileiros, como Miranda, Fernandinho, Paulinho, Ricardo Goulart, Oscar e Hulk. Por medo da epidemia, muitos deles deixaram o país e voltaram para casa durante a pré-temporada.

A medida que o vírus se espalha pelos outros continentes, parte da Ásia já conseguiu controlar a situação. China e Japão registram cada vez menos casoso por dia, e já planejam o retorno da rotina depois de meses de quarentena.

Com o retorno marcado para 15 de maio, a liga japonesa de futebol (J-League), anunciou nesta quinta-feira que não haverá rebaixamento no campeonato. Os clubes concordaram que a divisão que tem atualmente 18 times, será disputada com 20 na próxima temporada. Dessa forma, haverá quatro rebaixados ao invés de dois, como de costume.

Apenas uma rodada da primeira divisão tinha sido disputada o campeonato foi adiado, em 23 de fevereiro, por causa do surto do coronavírus.