Coronavírus e 'Lost': ex-colegas de elenco da série encaram duas faces diferentes da pandemia

RIO — Duas faces de uma pandemia: ex-colegas de elenco da série "Lost", os atores Evangeline Lilly e Daniel Dae Kim vivem momentos antagônicos diante da crise mundial do coronavírus. Enquanto ela virou alvo de polêmica ao postar esta semana nas redes sociais que não respeitaria a quarentena, ele testou positivo para o vírus, nesta quinta-feira.

Estrela de filmes como "Homem-Formiga" e "Vingadores: Ultimato", Evengeline publicou em seu perfil no Instagram, na segunda-feira, a foto de uma xícara de chá durante seu café da manhã. Na legenda, a indicação de que sua vida segue normalmente: “Acabei de deixar meus filhos no acampamento de ginástica. Todos lavaram as mãos antes de entrar. Estão brincando e rindo. #businessasusual ”".

Muito criticada pelos seus seguidores, a atriz retrucou: "Tenho dois filhos pequenos. Algumas pessoas valorizam suas vidas acima da liberdade, algumas pessoas valorizam a liberdade acima de suas vidas. Todos fazemos nossas escolhas. Com amor e respeito". Evangeline ainda revelou que mora com pai, que luta contra uma leucemia.

"Vamos manter um olhar atento sobre nossos líderes, garantindo que eles não abusem desse momento para roubar mais liberdades e conquistar mais poder ", complementou a Kate de "Lost".

Enquanto isso...Daniel Dae Kim, que interpretou Jin-Soo Kwon na série de sucesso, compartilhou seu diagnóstico positivo para o vírus em seu perfil no Instagram. O ator sul-coreano, que agora está no Havaí, passou a últimas semanas em Nova York filmando cenas para o seriado "New Amsterdam".

"Eu queria que vocês soubesse que ontem testei positivo para COVID-19", disse ele. Dae Kim ainda comenta que, "ironicamente", na atração da NBC, interpreta um médico que "é recrutado para ajudar pacientes durante uma pandemia de gripe". Ele conta que, quando as notícias da pandemia da vida real estouraram, o programa interrompeu a produção e ele voltou com sua família no Havaí."É importante que vocês saibam que eu estava assintomático durante todo esse tempo", disse o ator, embora tenha sentido a garganta arranhando ao chegar no Havaí. "Para estar seguro, quando cheguei em casa, coloquei-me em quarentena em um quarto de casa e tentei descansar sozinho", compartilhou.