Coronavírus: EUA aprova pacote de US$ 2 tri em ajuda a empresas e trabalhadores

Paola De Orte, especial para o Globo
Lojas fechadas e ruas vazias em Nova York

WASHINGTON - O Congresso dos Estados Unidos e a Casa Branca entraram em acordo sobre o pacote de estímulo à economia americana que incluirá ajuda a trabalhadores em dificuldade e a pequenos negócios, além do apoio a grandes corporações como companhias de aviação e de cruzeiros. O pacote, de cerca de U$ 2 trilhões, tem como objetivo amortecer os impactos econômicos negativos da pandemia do coronavírus.

O pacote tem uma abordagem diferente da adotada durante a crise de 2008. À época, o governo foi acusado de ser pouco transparente em seus esforços para ajudar grandes corporações, deixando os mais vulneráveis desassistidos.

– Este pacote será o maior programa de assistência a pequenas e médias empresas [main street, em inglês] na história dos Estados Unidos. – disse o Diretor do Conselho Econômico Nacional americano, Larry Kudlow.

Democratas e Republicanos no Congresso ainda tentam chegar a um acordo, mas há um ponto pacífico, que é o instrumento para que a ajuda chegue direto aos trabalhadores: fazer pagamentos diretos de mais de U$ 1 mil para milhões de americanos. O pagamento seria feito de uma única vez, e casais receberiam por pessoa, com um adicional de U$ 500 por criança.

Venceu a proposta dos Republicanos de U$ 1.200 por pessoa, chegando a U$ 3.000 por família de quatro, enquanto a dos Democratas queriam um valor maior de U$ 1.500 por pessoa, chegando a U$ 7.000 por família de cinco.

O pacote prevê ainda US$ 367 bilhões para as pequenas empresas manterem o pagamento da folha enquanto os funcionários estiverem afastados. Também foi acordada uma linha de crédito de US$ 500 bilhões para as grandes indústrias, incluindo o setor aéreo. Os hospitais terão uma ajuda significativa.

Segundo os democratas, o pacote cobrirá quatro meses de salário, em lugar dos três originalmente previstos. Os trabalhadores receberão o seguro-desemprego normalmente pago pelos estados mais US$ 600 por semana; quem presta serviços para aplicativos como Uber terá direito a esse valor. As empresas poderão postergar o pagamento do imposto sobre a folha, de 6,2%. A fim de garantir a transparência, deve ser criado o cargo de inspetor-geral, além de um órgão fiscalizador, para supervisionar as transferências às empresas. Medida semelhante fora adotada na crise de 2008.

O presidente americano, Donald Trump, disse que o acordo incluirá apoio a companhias aéreas e de cruzeiros. Além do pacote de U$ 2 trilhões, o Diretor do Conselho Econômico Nacional, Larry Kudlow, citou, durante a coletiva ao lado de Trump, os estímulos via Fed, o Banco Central americano, outros U$ 4 trilhões, somando U$ 6 trilhões.

– Estamos começando um período difícil, mas achamos que vai ser apenas algumas semanas ou meses, não anos – disse Kudlow.