Coronavírus: Funcionários não chegam e Metrô de SP opera de forma reduzida

Silvia Amorim

SÃO PAULO - O transporte por Metrô em São Paulo amanheceu esta segunda-feira operando de forma reduzida. A medida foi tomada porque muitos funcionários não chegaram para trabalhar por causa do coronavírus.

O governo estuda uma reorganização da equipe de trabalho no Metrô. Há chance de redução temporária do funcionamento do sistema. O metrô e os trens metropolitanos transportam por dia, em média, 7,8 milhões de pessoas em São Paulo.

Nesta tarde, o governador de São Paulo, João Doria, anunciará novas medidas para o enfrentamento da Covid-19 no estado. A partir desta terça-feira passam a valer as medidas de restrição mais rigorosas anunciadas pelo governo estadual e prefeitura na semana passada, como a obrigatoriedade de fechamento do comércio que não se caracteriza como serviços essenciais.