Coronavírus: governo alemão pede cancelamento de passeatas de mais de mil pessoas

·1 minuto de leitura
O ministro alemão da Saúde, Jens Spah

O ministro alemão da Saúde, Jens Spahn, pediu neste domingo (8) o cancelamento de todas as manifestações com mais de mil pessoas no país, diante da propagação da epidemia de coronavírus.

"(...) Peço, de forma expressa, que sejam anulados até nova ordem os eventos de mais de mil pessoas", declarou o ministro, que coordena as ações e políticas do governo para conter o vírus, à agência de notícias alemã DPA.

A declaração do ministro surge em um momento em que o número de casos de infecção por coronavírus aumenta rapidamente na Alemanha, um dos países da Europa mais afetados pela epidemia.

Até este domingo, haviam sido detectados 847 casos na Alemanha, conforme balanço das autoridades sanitárias.