Coronavírus: morre Leco, ex-jogador de futsal de Flamengo e Vasco

Leco, ex-jogador de futsal

A ótima forma física não foi suficiente para salvar a vida de Leco, ex-jogador de futsal, diante do diagnóstico de coronavírus. Aos 45 anos, ele morreu neste sábado, após passar cerca de 15 dias internado no Hospital Estadual Anchieta. Ao longo da carreira, Leco teve passagens por Flamengo, Vasco e Botafogo.

- É uma tristeza para todos nós. Leco era uma pessoa muito querida. Há duas semanas, no dia 16 para 17, soubemos que ele tinha sido internado com uma tosse muito forte. Disseram que era uma pneumonia grave. Depois, tivemos a notícia de que ele estava intubado. Ele fez um primeiro teste, deu negativo. O segundo, também. No terceiro, deu positivo - contou à GloboNews Marcelo Rodrigues, comentarista de futsal do SporTV.

Alex Barbosa Pereira, que recebeu o apelido de Leco, foi campeão carioca pelo Flamengo em 1998 e 2008. O clube se manifestou em nota, desejando "muita força aos familiares e amigos". O Fla ainda emendou: "Nossos sentimentos. Obrigado por tudo, Leco!".

A Federação de Futsal do Estado do Rio ainda lembrou que Leco teve grandes atuações na Liga Nacional, expressando "mais profundos sentimentos a família e amigos neste momento de dor".