Coronavírus: o álcool gel é eficaz para prevenir a contaminação?

O álcool em gel tornou nossa vida mais fácil, mas nem sempre ele é eficaz

Usar gel antibacteriano à base de álcool ou lavar as mãos? Qual é a melhor opção contra o coronavírus? Essa é a pergunta que muitas pessoas estão se fazendo com a disseminação do coronavírus pelo mundo.

Com medo de contágio, os géis antibacterianos, também chamados de desinfetantes para as mãos, tornaram-se produtos preciosos.

A demanda disparou em todo o mundo. Em países como o Reino Unido, algumas farmácias anunciaram que estão racionando as vendas desses produtos.

O álcool em gel é realmente eficacz contra o coronavírus?

Tanto o Serviço Nacional de Saúde (NHS) no Reino Unido quanto os Centros de Controle de Doenças (CDC) nos Estados Unidos sublinham que a melhor maneira de prevenir a doença é evitar a exposição ao vírus.

E, para as entidades, uma série de medidas preventivas deve ser seguida, como cobrir a boca com um lenço de papel ao tossir ou espirrar e descartar o tecido no lixo.

A demanda por álcool em gel disparou em todo o mundo. Em países como o Reino Unido algumas farmácias anunciaram que estão racionando as vendas desses produtos

As agências de saúde também recomendam lavar as mãos com frequência usando água e sabão, especialmente depois de usar o banheiro, antes de comer e depois de assoar o nariz, tossir ou espirrar.

Essa lavagem das mãos deve durar pelo menos 20 segundos e o sabão deve cobrir as palmas e as costas das mãos e entre os dedos, incluindo o polegar.

E sobre o papel do álcool em gel, é isso que o CDC diz:

"Use desinfetante para as mãos quando água e sabão não estiverem disponíveis."

E acrescenta: "lavar as mãos com água e sabão é a melhor maneira de se livrar de germes na maioria das situações".

"Se água e sabão não estiverem disponíveis, você pode usar um desinfetante para as mãos que contenha pelo menos 60% de álcool", informa a entidade americana.

"Você pode saber se o desinfetante contém pelo menos 60% de álcool olhando o rótulo do produto", diz a agência.

homem lavando as mãos

Recomendações do CDC sobre como lavar bem as mãos:

Os Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos recomendam cinco passos para uma boa lavagem das mãos:

1 - Molhe as mãos com água corrente limpa (quente ou fria), feche a torneira e ensaboe as mãos.

2 - Esfregue as mãos com sabão até espumar. Esfregue a espuma nas costas das mãos, entre os dedos e debaixo das unhas;

3 - Esfregue as mãos por pelo menos 20 segundos;

4 - Enxágue bem as mãos com água corrente limpa;

5 - Seque-os com uma toalha limpa ou mesmo no ar.

Medida temporária

Especialistas dizem que o álcool em gel pode reduzir o número de germes nas mãos em muitas situações.

Mas esses produtos não nos livram todos os tipos de germes e substâncias, como produtos químicos, pesticidas e metais pesados.

No caso dos coronavírus, ele pode ser eficaz, mas apenas como uma medida temporária, enquanto você não tem acesso a água e sabão.

O NHS no Reino Unido oferece o mesmo conselho: "Se você não tiver acesso imediato a água e sabão, use um desinfetante para as mãos à base de álcool".

O álcool em gel não mata todos os germes e micróbios.

Como aplicar o gel desinfetante para as mãos?

O CDC recomenda aplicar o produto na palma de uma mão e espalhá-lo pelas duas mãos.

O gel deve ser aplicado em todas as superfícies das mãos e dedos até o gel secar.

O procedimento deve durar aproximadamente 20 segundos.

'Compras em pânico'

No México, um dos países onde a demanda e os preços do álcool em gel dispararam, as autoridades estão aconselhando a população a "não fazer compras de pânico" de géis antibacterianos.

Em uma entrevista coletiva nesta semana, o subsecretário de Saúde do país, Hugo López-Gatell, afirmou que "neste momento é importante não cair em mitos" sobre o que é útil ou não.

"Não é necessário tomar medidas extraordinárias, como comprar uma reserva inteira de desinfetantes de aerossol ou toneladas de cloro" disse ele.

A melhor maneira de cuidar desse vírus, afirmou López-Gatell, é manter a higiene e seguir as recomendações das autoridades médicas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=5mep_aSWpAY

https://www.youtube.com/watch?v=oXYbvA8X3as

https://www.youtube.com/watch?v=rMHarVa2HWo