Coronavírus: Praças gradeadas do Rio ficarão fechadas durante situação de emergência

Luiz Ernesto Magalhães

RIO - Em portaria publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial do Município, a prefeitura ampliou ainda mais as restrições a circulação em áreas públicas. A Fundação Parques e Jardins determinou que as 24 praças gradeadas do Rio não abram enquanto a cidade estiver em situação de emergência em razão da pandemia de coronavírus.

Entre as praças estão:

Praça Mahatma Gandhi Praça ParisPraça Nossa Senhora da PazPraça General OsórioJardim de AlahPomar da BarraParque das RosasLargo da Penha

Desde sexta-feira passada, outros equipamentos públicos já haviam sido fechados, como:

Feira de São CristóvãoParques ambientaisEscolas MunicipaisNaves do ConhecimentoCentros de Convivência de Idosos

Na mesma portaria, a FPJ recomenda à populacao que não faça uso das demais praças.

Às 11h, o prefeito Marcelo Crivella faz um balanço das ações e pode anunciar outras medidas. Uma das medidas em análise é restringir o acesso às praias, como foi adotado em Niterói.