Coronavírus: Prosul convoca reunião virtual para decidir sobre fechamento de fronteiras

Ponte da Amizade, na fronteira do Brasil com o Paraguai

ASSUNÇÃO — O presidente do Paraguai, Mario Abdo, disse neste sábado que a partir de segunda-feira o país fechará parcialmente as fronteiras para tentar conter o coronavirus e que no mesmo dia está marcada uma reunião virtual com presidentes do Fórum para o Progresso da América (Prosul) "para que a medida seja regional".

— O presidente Piñera, que está como presidente do Prosul, convocou uma reunião virtual e vamos levar adiante uma resolução em conjunto com todos os países da região.

O presidente chileno, Sebastián Piñera, liderou a criação de um novo bloco de nações sulamericanas denominado Prosul para coordenar os países "sem burocracia excessiva". Vários países abandonaram a União das Nações Sul-Americanas (Unasul), um bloco criado em 2008, por meio de esforços de governos de esquerda, para entrar no Prosul em março de 2019. Entre os países que formam o novo bloco estão Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Guiana, além do Chile.

O ministro do interior do Paraguai, Euclides Acevedo, ressaltou que será um fechamento parcial das fronteiras para pessoas e não para produtos.