Coronavírus: restrição de acesso a Niterói é estendida para 20 de maio pela prefeitura

Giovanni Mourão

NITERÓI — O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, prorrogou para o dia 20 de maio a restrição de circulação de pessoas de outros municípios na cidade. Com o objetivo de conter o avanço do novo coronavírus, a medida — anunciada na live desta segunda-feira (27) pelo prefeito — está em vigor desde 4 de abril e perderia a validade neste sábado, 2 de maio.

— A Região Metropolitana do Rio registrou, hoje (27), oito mil casos de Covid-19. Portanto, há um crescimento expressivo dos casos e é por isso que nós decidimos hoje, no gabinete de crise, estender o plano de restrição de circulação com municípios limítrofes para o dia 20 de maio — disse o prefeito de Niterói.

Com a manutenção da proibição, trabalhadores de outros municípios precisarão apresentar crachá, contracheque ou carteira de trabalho comprovando o endereço do empregador na cidade para poder entrar em Niterói. Fica mantida ainda a redução de 70% da frota de ônibus intermunicipais que fazem ponto no Terminal Rodoviário João Goulart.

A circulação de táxis e carros de aplicativos de outros municípios também segue proibida. Vinte e um dos 28 pontos que ligam Niterói a São Gonçalo e Maricá também permanecerão totalmente bloqueados com barreiras físicas. Nos outros sete, nos principais corredores viários, agentes de segurança e trânsito fazem a fiscalização.

Controle

Conforme publicado na edição do GLOBO-Niterói deste domingo (26), nesta primeira etapa, o controle do acesso de pessoas vindas de outros municípios a Niterói se restringe a uma orientação de agentes a motoristas, que são alertados sobre a necessidade de ter em mãos algum tipo de documento que ateste que são trabalhadores essenciais e precisam entrar no município.

Segundo o secretário municipal de Ordem Pública, Coronel Paulo Henrique de Moraes, o aumento do rigor na fiscalização vai depender do avanço da epidemia em Niterói e nos municípios vizinhos. Quando se iniciar a segunda etapa da fiscalização, diz ele, só passará pelo bloqueio quem apresentar a documentação. Ainda não foi informada a data de início dessa nova fase.

Segundo o boletim divulgado nesta segunda-feira pela prefeitura, Niterói registra 278 casos de Covid-19: são 103 pessoas em isolamento domiciliar com acompanhamento pela Fundação Municipal de Saúde, 50 hospitalizadas (sendo 20 na UTI) e 105 recuperadas. Vinte pessoas morreram.

O bairro com maior número de casos é Icaraí (94), seguido por Fonseca (24), Santa Rosa (22), Barreto (16) e Centro (14).

Renda básica

Na live desta segunda, a prefeitura também anunciou que será entre os dias 11 e 15 de maio a distribuição de cartões para o pagamento do benefício de R$ 500 a cerca de dez mil famílias de alunos matriculados na rede municipal de Educação que não estão inscritas no Cadastro Único do Governo Federal. A ajuda assistencial do programa Renda Básica Temporária será paga por três meses.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)