Coronavírus: Rio acumula 1.123 óbitos e Campo Grande se torna o bairro com mais mortes

Aglomeração no Calçadão de Bangu - Zona Oeste é a região que mais desrespeita o isolamento social

Segundo o boletim divulgado pela Secretaria estadual de Saúde nesta terça-feira (05), o Rio já registra 1.123 mortes desde o início da pandemia e 12.391 casos confirmados de Covid-19. Nas últimas 24 horas foram confirmadas 670 pessoas infectadas e 58 mortes. A secretaria ainda apura 361 óbitos.

A capital continua sendo o epicentro da pandemia no estado. Na cidade do Rio já foram confirmadas 713  mortes pelo coronavírus e 7.832 pessoas infectadas. Nas últimas 24 horas foram 549 novos casos e 43 óbitos.

Pela primeira vez desde o início da pandemia, Campo Grande se tornou o bairro com mais número de mortes. A Zona Oeste é a região de maior preocupação das autoridades, e o prefeito Marcelo Crivella já afirmou que estuda fechar algumas vias para evitar aglomerações.

 

Os municípios com mais óbitos de covid são:

As cidades com mais casos de coronavírus são: