Coronavírus: tem que sair de casa para emergências ou para trabalhar? Veja dicas para se proteger

1 / 3

casa.jpg

RIO — Todos já sabem que o momento é de reduzir ao máximo o contato social para interromper a transmissão do novo coronavírus. Mas e se você não pode deixar de sair para trabalhar e nem conviver com pessoas, o que fazer para minimizar os riscos dentro e fora de casa?

— O primeiro princípio é o distanciamento social, sempre que possível evitar o contato, sair à rua. Se não for possível, é pensar que sempre que tocar o botão do elevador, o dinheiro e outras coisas do dia a dia, a mão está suja, como se ela tivesse encostado a lama ou o chão, e é preciso higienizá-la. A gente não vai levar esta mão à roupa, não vai pegar o celular, muito menos levar esta mão ao rosto, coçar olho, chupar dedo. Esta é a virada — diz o médico infectologista Guilherme Cortes.

A seguir, dicas individuais práticas para se proteger em casa, no trabalho e no caminho entre eles:

Em casa

Organize suas necessidades para Coma em casa e cozinheMantenha a limpeza da casa em dia. Aumente a frequência de troca de roupas de cama e tolhasEvite o uso de áreas comunsChegou da rua? Diante de algum sintoma da doença, fique em casa e comunique seu gestor para saber como proceder.

No percurso do trabalho

Evite o transporte públicoSe o transporte público for inevitável, evite o horário de pico para usá-lo. Se ele estiver cheio e puder esperar, aguarde o próximo.Tente se Abra ou incentive a Use o álcool gel Na impossibilidade de usar o álcool gel após tocar em uma superfície pública, Encontrou um amigo no caminho? Cubra a boca e o nariz com lenço descartável quando tossir ou espirrar.

No trabalho

A ideia é Trabalhe, sempre que possível, com as Priorize o uso de ferramentas para a Quando a reunião presencial for necessária, busque ambientes bem ventilados ou ao ar livre.Evite compartilhar computadoresSe possível, saia do trabalho mais cedo para usar o