CoronaVac é 67% efetiva na prevenção da infecção por Covid-19, aponta estudo no Chile

com agências internacionais
·1 minuto de leitura

SANTIAGO — A vacina contra a Covid-19 CoronaVac é 67% efetiva na prevenção da infecção pela doença, mostrou um estudo com dados do mundo real conduzido por autoridades chilenas, divulgado nesta sexta-feira.

Além disso, o imunizante mostrou uma efetividade de 85% para prevenir internações e de 80% na prevenção de mortes pela Covid-19.

A CoronaVac é uma das duas vacinas contra a doença utilizadas atualmente na vacinação da população brasileira. Ela é desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com laboratório chinês Sinovac.

— Esses números devem transmitir tranquilidade ao país — disse o ministro da Saúde do Chile, Enrique Paris, na entrevista coletiva em que foram apresentados os resultados do estudo, realizado entre 2 de fevereiro e 1 de abril.

A matéria está em atualização.