Coronavírus: Brasil tem 667 mortes e 13.717 casos confirmados, diz Ministério da Saúde

Na segunda (6), o Brasil contabilizava 553 mortes e 12.056 casos, segundo o Ministério da Saúde. (Foto: REUTERS/Washington Alves)

O Ministério da Saúde atualizou para 667 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (6). Ao todo, também foram confirmados 13.717 casos da Covid-19 no país. A taxa de letalidade é de 4,9%.

No balanço divulgado na segunda-feira (6), o Brasil contabilizava 553 mortes e 12.056 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Foram registradas 114 novas mortes nas últimas 24 horas, um aumento de 21%.

Leia também

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O ministério, porém, tem informado que o número real de casos tende a ser maior, já que são testados apenas os casos graves, de pacientes internados em hospitais, e há casos represados à espera de confirmação.

São Paulo se mantém como o estado mais atingido pelo novo coronavírus.

Seguindo boletim do Ministério da Saúde divulgado no sábado (4), a transmissão no país está em fase inicial, mas a alta incidência de casos em quatro estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas) e no Distrito Federal já indica uma transição para fase de aceleração descontrolada nesses locais.

No documento, a pasta faz uma revisão da trajetória do vírus e reconhece gargalos diante de uma possível fase aguda da epidemia, como a falta de testes e leitos suficientes.

O Brasil confirmou o primeiro caso de Covid-19 em 26 de fevereiro. Um homem de 61 anos de São Paulo contraiu o coronavírus em viagem à Itália, que tem alta taxa de casos da doença.

A primeira morte foi confirmada 20 dias depois, em 17 de março. O paciente era um homem de 62 anos que tinha diabetes e hipertensão. Ele estava internado na UTI do Hospital Sancta Maggiore Paraíso desde o dia 14 e morreu no dia 16. Ele não tinha histórico de viagem para o exterior.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.