Coronavírus: Brasil tem 7.025 mortes e 101.147 casos confirmados, diz Ministério da Saúde

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Witoto indigenous nursing assistant Vanda Ortega, 32, poses for a picture before starting her round of healthcare visits in the Parque das Tribos, an indigenous community in the suburbs of Manaus, Amazonas State, Brazil, on May 3, 2020 during the COVID-19 novel coronavirus pandemic. - Ortega goes from house to house equipped with gloves, a protective gown and a mask in which one can read: "The Life of Indigenous People Matters", a message inspired by the slogan "Black Lives Matter" of black militants in the United States. (Photo by Ricardo OLIVEIRA / AFP) (Photo by RICARDO OLIVEIRA/AFP via Getty Images)
Enfermeira Vanda Ortega faz ronda no Parque das Tribos, uma comunidade indígena no subúrbio de Manaus, Amazonas (RICARDO OLIVEIRA/AFP via Getty Images)

O Ministério da Saúde atualizou para 7.025 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil neste domingo (3). Ao todo, também foram confirmados 101.147 casos da Covid-19 no país.

Em relação ao boletim divulgado na sábado (2), o Brasil registrou novos 275 óbitos e 4.548 casos confirmados nas últimas 24 horas.

Leia também:

Nos últimos dias, o ministério - agora comandado por Nelson Teich - tem evitado divulgar dados negativos em relação à pandemia, retirando dados que traziam alerta para o avanço da doença, como a classificação da incidência de casos em estados e capitais em parâmetros de emergência, atenção e alerta.

O Brasil confirmou o primeiro caso de Covid-19 em 26 de fevereiro. Um homem de 61 anos de São Paulo contraiu o coronavírus em viagem à Itália, que tem alta taxa de casos da doença.

A primeira morte foi confirmada 20 dias depois, em 17 de março. O paciente era um homem de 62 anos que tinha diabetes e hipertensão. Ele estava internado na UTI do Hospital Sancta Maggiore Paraíso desde o dia 14 e morreu no dia 16. Ele não tinha histórico de viagem para o exterior.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.