Coronavírus: cão de mulher infectada testa positivo para o vírus

Cães usando máscaras em Xangai. (Foto: Noel Celis / AFP)

Um cachorro da raça Lulu da Pomerânia foi diagnosticado com o novo Coronavírus após sua dona também ter contraído o COVID-19, em Hong Kong. A chinesa, identificada como Yvonne Chow Hau Yee, levou o animal para uma avaliação numa clínica veterinária nesta quinta-feira (27), e teve a suspeita confirmada.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Para diagnóstico da doença, foram colhidas amostras oral, nasal e retal no pet, que resultaram num resultado positivo. O Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação afirmou que o animal não chegou a apresentar sintomas relevantes, mas mesmo assim foi colocado em quarentena, segundo o jornal inglês “Daily Mail”.

Leia também

"Não temos evidências de que animais de estimação possam ser infectados com o vírus COVID-19 ou que possam infectar humanos", ponderou o departamento em comunicado.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O cão é o único animal em quarentena na clínica de Hong Kong e permanecerá lá por 14 dias. A estimativa é que novos testes devem ser feitos até que ele esteja curado. Ainda de acordo com o “Daily Mail”, este seria o primeiro caso de um animal de estimação infectado com o vírus, que se espalha pelo mundo.

CORONAVÍRUS NO BRASIL

A doença, que teve início na China, já chegou ao Brasil, onde há um paciente confirmado e pelo menos 132 casos suspeitos, segundo dados do governo federal. 

O Ministério da Saúde afirmou nesta semana se tratar de um empresário de 61 anos, que mora na capital paulista e está em internação domiciliar. Duas pessoas que estiveram com ele estão entre os suspeitos. 

O brasileiro esteve com 30 pessoas em um almoço no domingo. Todos estão sendo monitorados pela rede de saúde, além de outros quatro passageiros que estavam no voo em que ele voltou da Itália, disse o secretário adjunto da Secretária de Saúde do estado de São Paulo, Alberto Kanamura, na quarta (26).

A pasta afirmou que há 85 casos de suspeita de coronavírus no estado.