OMS declara pandemia de coronavírus

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
A picture posed by a model of a man blowing his nose into a tissue in London. England's deputy chief medical officer Dr Jenny Harries has said that "many thousands of people" would contract coronavirus as the disease continued to spread in the UK. PA Photo. Picture date: Wednesday March 11, 2020. See PA story HEALTH Coronavirus. Photo credit should read: Aaron Chown/PA Wire (Photo by Aaron Chown/PA Images via Getty Images)
OMS afirmou que número de casos e mortes deverá aumentar nos próximos dias. (Foto: Aaron Chown/PA Images via Getty Images)

A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou, na tarde desta quarta-feira (11), pandemia do novo Coronavírus. Casos, mortes e números de países atingidos deve aumentar, diz OMS sobre o Covid-19.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

"Pandemia não é uma palavra para ser usada de maneira leviana ou descuidada. É uma palavra que, se mal utilizada, pode causar medo irracional ou aceitação injustificada de que a luta acabou, levando a sofrimento e morte desnecessários", disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS

Leia também

Ao todo, 118 mil pessoas já contraíram o coronavírus ao redor do mundo, e mais de 4.300 mortes foram registradas — a maioria na China e na Itália, os dois principais epicentros da Covid-19 no mundo.

No Brasil, 36 casos foram registrados até o momento. É esperado um novo boletim do Ministério da Saúde no início dessa tarde. Já há casos confirmados de transmissão interna, mas nenhuma vítima fatal foi notificada pelas autoridades de saúde.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

“A descrição da situação como uma pandemia não altera a avaliação da OMS da ameaça representada por esse vírus. Isso não muda o que a OMS está fazendo, nem o que os países devem fazer”, completou o diretor-geral.

O coronavírus, que surgiu na China em dezembro, se espalhou pelo mundo, paralisando a indústria, reduzindo vôos, fechando escolas e forçando o adiamento de eventos esportivos e shows. Até os Jogos Olímpicos de Tóquio estão sob risco.

O Ocidente assistiu em choque as infecções aumentarem na Itália, Irã, França e Espanha, após um crescimento mais moderado em outros lugares. A chanceler alemã, Angela Merkel, disse que até 70% da população provavelmente está infectada porque o vírus está se espalhando pelo mundo na ausência de cura.

O que é uma pandemia?

O termo é usado para descrever situações em que uma doença infecciosa ameaça muitas pessoas de forma simultânea no mundo inteiro.

Um exemplo recente é o da gripe suína, em 2009, à qual é atribuída a morte de centenas de milhares de pessoas, de acordo com a estimativa de especialistas.

As pandemias acontecem, em geral, quando há um vírus novo capaz de infectar seres humanos com facilidade e de ser transmitido de uma pessoa a outra de forma eficiente e continuada.

O novo coronavírus, pelo que se sabe até agora, tem essas características.

Assim, sem uma vacina contra o agente patogênico ou tratamento que possa prevenir a doença, conter a sua disseminação é crucial.

De acordo com a descrição da OMS, uma pandemia se caracteriza quando está se espalhando entre seres humanos em uma série de países. Ela acontece quando há o aparecimento de surtos localizados em diversas regiões do mundo ao mesmo tempo.

O novo coronavírus já chegou a 110 países e a todos os continentes, exceto a Antártida, e infectou mais de 113,7 mil pessoas, levando cerca de 4 mil delas à morte.

A OMS estima que 3,4% dos pacientes morrem por causa de covid-19. Mas alguns especialistas estimam que essa taxa de letalidade gire em torno de 2% ou menos.

com informações da BBC Brasil