Corpo do indigenista Bruno Pereira é velado no Grande Recife

Indígenas pedem justiça para Bruno Pereira e Dom Phillips (Foto: Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)
Indígenas pedem justiça para Bruno Pereira e Dom Phillips (Foto: Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)

O velório do indigenista Bruno Araújo Pereira, assassinado durante uma expedição na região do Vale do Javari, no Amazonas, junto com o jornalista inglês Dom Phillips, acontece nesta sexta-feira (24).

A cerimônia acontece no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife, e é aberta ao público.

Segundo informações do portal g1, o caixão foi exposto por volta das 9h30, coberto com bandeiras de Pernambuco e do Sport Clube do Recife, time do coração de Bruno Pereira. Além disso, havia uma camisa da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja).

O corpo de Pereira chegou ao Recife na noite de quinta (23), em um jato da Polícia Federal.

Os restos mortais foram periciados em Brasília e, depois, os dois corpos, tanto de Bruno quanto de Dom, foram levados de avião para serem entregues às famílias. O corpo de Dom foi entregue aos parentes no Rio de Janeiro.

O crime aconteceu em 5 de junho e os corpos foram achados dez dias depois.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos