Corpo da atriz Jane di Castro é enterrado no Rio

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* CARNAVAL 2018 - Baile do Copacabana Palace. Na foto, Jane Di Castro. (Foto: Marlene Bergamo/FolhaPress)
*ARQUIVO* CARNAVAL 2018 - Baile do Copacabana Palace. Na foto, Jane Di Castro. (Foto: Marlene Bergamo/FolhaPress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O corpo da atriz Jane di Castro, que morreu na última quinta-feira (22), aos 73 anos, foi enterrado, neste sábado (24), no cemitério Jardim da Saudade, na zona oeste do Rio. Nas redes sociais, alguns famosos, como Leandra Leal, 38, e Silvero Pereira, 38, a homenagearam.

"Minha amada Jane era maravilhosa, cantora, atriz, produtora, síndica, talentosa, disciplinada, teimosa e cheia de vida. Ela viveu a altura do seu sonho, o que exige coragem e força. Ela batalhou: saiu de casa em Oswaldo Cruz e foi ser estrela na Praça Tiradentes, depois no Rival, em Paris, Luxemburgo, NY, Copacabana", afirmou Leal.

A atriz ainda falou sobre suas experiências com Jane di Castro e histórias que ouviu dela. Leandra Leal ainda completou dizendo que Jane mudou sua vida por ter criado, produzido e realizado o espetáculo "Divinas Divas". Se eu não tivesse tido o desejo de contar essa história, eu não teria começado a dirigir.

Jane, que celebrou seus 50 anos de carreira no ano passado, começou a se apresentar em casas noturnas do Rio durante a década de 1960, e foi um nome sempre presente na luta pela representatividade trans. Estrelou "Divinas Divas", ao lado de Rogéria, Divina Valéria e Camille K, e depois o documentário de mesmo nome, dirigido por Leal.

Atualmente, ela pode ser vista na reprise da novela "A Força do Querer" (Globo, 2017), como uma das amigas de Nonato (Silvero Pereira). O ator também falou sobre a amizade dos dois em suas redes sociais: "Uma mulher de uma história fabulosa, encantadora e que me ensinou muita coisa", afirmou ele.

Jane morreu na noite de quinta, após ser submetida a um procedimento cirúrgico no dia 8 de setembro. Ela teve alta no dia 16 do mesmo mês, mas, no último dia 14, foi internada devido à piora em seu estado. "Desde então, passou por tratamento medicamentoso, incapaz de reverter o avanço da doença", disse nota do hospital.