Corpo de mulher executada a tiros foi encontrado com carta do ex-marido na mão

Mulher morta a tiros tinha carta do ex-marido na mão. Foto: Reprodução / Fábio Rogério.
Mulher morta a tiros tinha carta do ex-marido na mão. Foto: Reprodução / Fábio Rogério.
  • A vítima foi morta na manhã da última quinta-feira (1°);

  • A polícia investiga se ex-marido matou a vítima enquanto ela lia carta escrita por ele;

  • Segundo B.O., a mãe da vítima e duas crianças presenciaram o assassinato.

O corpo da Rosemeire Alves dos Santos Cunha, de 41 anos, assassinada na manhã da última quinta-feira (1°) em Sorocaba, no interior de São Paulo, foi encontrado com um bilhete escrito pelo ex-marido na mão, aponta o boletim de ocorrência.

Agora, a polícia está investigando se o ex-companheiro assassinou a vítima no momento em que ela lia a carta.

O crime aconteceu no bairro Vitória Régia, durante a madrugada. De acordo com o registro da polícia, Paulo Cesar Carneiro Cunha, de 48 anos, executou a ex-mulher com uma arma de fogo e, em seguida, cometeu suicídio em casa, no bairro Sorocaba Park.

O boletim de ocorrência mostra que o casal estava em processo de divórcio. O ex-marido da vítima foi até a casa da ex-sogra, onde Rosemeiri estava morando, para matá-la.

A polícia acredita que, devido à posição do corpo, ele entregou a carta para ela e disparou dois tiros contra a cabeça dela enquanto lia a carta.

A vítima foi encontrada com dois ferimentos no topo da cabeça e o bilhete em mãos. O B.O. diz que a mãe e duas crianças, de 8 e 10 anos, estavam no local e presenciaram o assassinato.

Momentos depois do crime, o corpo de Paulo foi achado em sua casa com um tiro na cabeça.

Ambos os locais foram preservados para a realização da perícia. A arma e as munições foram apreendidas. O conteúdo da carta não foi divulgado. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Sorocaba.

Segundo a Polícia Civil, a vítima havia sido ameaçada pelo ex-marido e tinha medida protetiva contra ele.

*Com informações do g1.