Corpo de mulher morta em tentativa de roubo na Zona Norte do Rio será enterrado nesta quarta

O corpo de Cláudia Lobo Pinheiro, de 54 anos, morta durante uma tentativa de assalto na Vila da Penha, Zona Norte do Rio, será enterrado na tarde desta quarta-feira, no Cemitério de Irajá. A vítima morreu após ter o carro abordado por criminosos na noite da última segunda-feira, quando voltava do trabalho. Cláudia estava acompanhada de seu patrão, com quem tinha pego carona para casa.

No momento do crime, a vítima estava no banco do carona do carro. Familiares que compareceram ao Instituto Médico Legal (IML) afirmaram que Cláudia passou a ir e voltar do trabalho com colegas desde que foi assaltada, há cerca de seis meses. Por medo, ela parou de dirigir.

Segundo a Polícia Militar, agentes do 41º BPM (Irajá) foram informados que criminosos tentaram roubar o carro onde estavam Cláudia e o patrão, que teriam tentado fugir. Os bandidos atiraram e atingiram Cláudia. Os bombeiros foram chamados às 20h40 para socorrer a vítima. No entanto, ao chegarem ao local, na Avenida Meriti, eles a encontraram morta.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), que realiza diligências para identificar os autores do crime.