Corpos de 19 passageiros de avião acidentado no extremo oriente russo são encontrados

·1 minuto de leitura
Avião An-26 com o número de registro RA-26085 na pista do aeroporto de Patropavlovsk-Kamchatski

Os socorristas encontraram os restos de 19 vítimas do avião que caiu na península de Kamchatka, no extremo oriente russo, anunciaram as autoridades regionais nesta quarta-feira (7).

"Foram encontrados fragmentos de 19 corpos", disse o setor regional do ministério de Emergências em um comunicado.

O avião comercial de uma pequena empresa local, com 22 passageiros - dois deles menores de idade - e seis tripulantes a bordo, desapareceu dos radares na terça-feira, quando ia pousar na cidade costeira de Palana.

Localizar o local do acidente levou várias horas para as equipes de resgate, afetadas pelas más condições climáticas e pelas características do setor.

Imagens do local do acidente mostravam uma grande pegada preta no topo de um penhasco de várias centenas de metros.

O governador, Vladimir Solodov, declarou um período de luto de três dias a partir de quarta-feira e disse que as famílias das vítimas receberiam 3,5 milhões de rublos (47.000 dólares).

Em Palana, Solodov também se reuniu com os familiares dos falecidos no acidente e prometeu a eles que as autoridades "farão todo o possível para ajudá-los a viver esta tragédia", segundo seu gabinete.

O avião, um Antonov An-26 de criação soviética, voava da capital da região, Petropavlovsk-Kamchatski, para Palana quando parou de transmitir.

Os investigadores informaram que estão analisando as hipóteses de um acidente causado pelo mau tempo, por um problema técnico ou por um erro do piloto.

O An-26, projetado como aparelho de transporte militar, foi fabricado de 1969 a 1986 e também foi desenvolvido para uso civil. Sofreu vários acidentes mortais, o último no Cazaquistão em março, no qual morreram quatro militares.

rco/tbm/mar/bl/mab/mb/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos