Corpos de jornalista e indigenista mortos na Amazônia serão entregues às famílias

A Polícia Federal informou na tarde desta quarta-feira que os corpos de Dom Phillips e Bruno Pereira serão entregues às famílias amanhã, quinta-feira, 23 de junho. Encontrados na semana passada, os corpos do jornalista inglês e do indigenista brasileiro passaram por perícia no Instituto Nacional de Criminalística, em Brasília.

A decolagem está prevista para às 14 horas de amanhã. Phillips vivia em Salvador, na Bahia, onde mora sua esposa Alessandra Sampaio. O corpo de Pereira será transportado para Recife, onde mora a antropóloga Beatriz Matos, com quem o ex-servidor da Fundação Nacional do Índio (Funai) teve dois filhos.

A PF também afirmou que os exames periciais de genética forense foram concluídos.

Violência: Polícia Civil pede prisão preventiva de procurador que agrediu colega em Registro

Bela Megale: A reação de Bolsonaro ao saber da prisão do ex-ministro da Educação

“As amostras biológicas apontaram a presença de dois perfis genéticos distintos nos remanescentes humanos encontrados pela perícia. Os resultados encontrados estão em consonância com as análises de odontologia legal, da Antropologia Forense e da Papiloscopia, que apontaram tratar-se dos remanescentes de Dom Phillips e Bruno Pereira”, afirma um trecho da nota enviada nesta quarta-feira.

Segundo a PF, os peritos do Instituto Nacional de Criminalística continuarão a analisar nos próximos dias “vestígios diversos do caso”.

Encontrado no último domingo a vinte metros de profundidade no rio Itaquaí, o barco onde Dom e Bruno navegavam ao serem assassinados passa por perícia em Atalaia do Norte. Os peritos buscam vestígios de sangue ou de impactos na embarcação para tentar desvendar como exatamente se deu o crime.

O pescador Amarildo da Costa de Oliveira, que confessou os assassinatos, seu irmão Oseney da Costa de Oliveira e o pescador Jeferson Lima seguem presos em Atalaia do Norte.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos