Corpos reais: dez influenciadoras para deixar suas redes sociais mais saudáveis

·5 minuto de leitura

A insatisfação com o corpo permeia a vida das mulheres desde que os padrões de beleza começaram a surgir. Até o século XIX, o corpo gordo era o ideal a ser alcançado, um sinônimo de saúde e beleza. Porém, a partir dos anos 1960, a silhueta magra começou a ser predominante nos filmes e entre as modelos e, a partir daí, iniciou-se uma cultura de décadas de busca pelo corpo ideal.

Desde o boom do Instagram e do Facebook, as redes sociais têm tido papel importante na idealização dos corpos femininos. Conteúdos relativos à “beleza” quase sempre dizem respeito a dietas, dicas para pele e cabelo perfeitos ou ainda formas de parecer mais magra ou mais jovem nas fotos. Tudo isso pode colaborar com distúrbios de imagem e alimentares.

Porém, no meio da multidão, há quem faça a diferença. Um movimento crescente busca representar as mulheres obesas no Brasil — segundo a Pesquisa Nacional de Saúde, em 2019, elas representavam 30,2% da população feminina. Sem expectativa de um corpo perfeito e sem medo de mostrar as imperfeições, essas mulheres buscam influenciar outras a se aceitarem como são e, assim, torná-las mais confiantes diante do próprio corpo.

Cada uma com sua linguagem e sua vivência, elas falam sobre corpos reais e tentam aprender e ensinar mais mulheres a conviverem com a pele escurecida, pelos faciais e excesso de peso. Confira abaixo uma lista de dez influenciadoras que vão ajudar a desintoxicar seu Instagram da ditadura da magreza:

@jupdobairro

A cantora e compositora é uma mulher trans que representa os corpos “fora do padrão” e cria para representar e diversificar o meio musical e de influência. Ex-companheira musical de Linn da Quebrada, a multiartista fala, em seu Instagram, sobre as narrativas que atravessam seu corpo. Durante sua trajetória, atuou como educadora, palestrante, stylist, atriz, cantora, performer e produtora de eventos, tudo de forma autodidata. Além de debater pautas LGBTQIAP+, Jup também compartilha conteúdos referentes à música, arte e estilo.

@tiamaoficial

A jornalista Maíra Azevedo, conhecida pelos internautas como Tia Má, dá dicas de corpo, beleza, casa e autoestima em seu perfil. Na TV, onde costuma participar do programa "Encontro com Fátima Bernardes", ela fala sobre quase tudo, do racismo até o BBB, com uma sinceridade que é sua marca registrada. Mãe de duas meninas, Tia Má também faz apresentações de stand up comedy e compartilha cliques e vídeos sobre seu cotidiano ao lado das filhas e do marido. No Twitter (@tiamaoficial), comenta sobre racismo, gordofobia, resistência e muitos outros assuntos.

@robfreitas

Com seu jeitinho irreverente, Roberta dá dicas de cuidados com cabelos, especialmente os crespos e de maquiagem. Valorizando o corpo gordo, ela empodera e ajuda a elevar a auto estima de suas seguidoras. Roberta participou do BBB 17, quando ainda era estudante de Serviço Social, e hoje esbanja felicidade e autoestima em seu feed, sem se importar com opiniões sobre seu corpo.

@thamirysborsan

A influenciadora fala sobre feminismo negro, autoestima, militância e vários outros assuntos de uma forma leve e bem humorada. Cria da Pedra do Sapo, no Complexo do Alemão, ela começou com vídeos bem humorados de relatos cotidianos. Hoje, aos 26 anos, faz humor na internet e também nos palcos.

@cacauprotasiooficial

Em seu Instagram, a atriz Cacau Protásio, de 46 anos, fala sobre temas cotidianos, sobre a vida de uma artista negra e dá dicas de onde comprar roupas em tamanhos maiores, além de falar de autoestima. Uma das estrelas do programa "Vai que Cola", exibido pelo canal Multishow, Cacau já sofreu racismo e gordofobia online, mas segue em sua missão de educar para um país mais diverso.

@jessicalopes

A influenciadora tem mais de 700 mil seguidores e fala em seu perfil sobre autoestima e dicas de beleza de um jeito leve e bem humorado. Sua bio já diz tudo: “amar quem eu sou é meu superpoder”. Do seu jeito, ela mostra que a felicidade e a beleza não estão atreladas ao peso e que o corpo gordo é bonito do jeito que é. Em seu perfil, ela compartilha receitas, dicas de lifestyle, beleza, hábitos saudáveis, playlists e seu dia a dia, além de muito conteúdo sobre empoderamento e autoestima.

@joannajkenny

A britânica Joanna Kenny fala sobre saúde mental, autoestima, relação com o corpo, com o cabelo, a pele e, principalmente, com os pelos — tão estigmatizados — no corpo das mulheres. Seu objetivo é normalizar os corpos reais. Frequentemente, ela compartilha fotos e vídeos sobre sobrepeso, pele escura, com manchas e espinhas, além de pelos em locais que incomodam tantas mulheres, mas que são normais.

@katiesturino

Katie reproduz looks de famosas em si mesmo, provando que os corpos gordos podem ter muito estilo e que o peso não deve ser motivo de vergonha para que mulheres se sintam bem com o que vestem. Normalmente, ela compartilha, de um lado da foto, uma famosa magra usando uma roupa e, do outro, sua própria foto reproduzindo o look. Katie busca, assim, incentivar mais mulheres a percorrerem a trilha do autoconhecimento e da autoaceitação para que passem a se amar do jeito que são. Ela ainda é dona de uma loja que vende produtos para corpos reais, a @megababe.

@_pequenalo

A psicóloga Lorrane Silva é famosa na internet pelos vídeos bem humorados que retratam situações constrangedoras que todo mundo passa um dia, gerando identificação com o público. Com muita leveza, mostra que a vida de uma PcD pode e deve ser como a de qualquer outra pessoa. Seus vídeos são a prova de que uma pessoa portadora de deficiência tem as mesmas vivências dos demais. A influenciadora tem quase 4 milhões de seguidores no Instagram e sua principal característica é o jeito bem humorado de encarar a vida.

@mandycandy

Mulher trans, Mandy fala dá dicas de beleza, fala sobre preconceito, autoestima e a realidade de uma pessoa trans. Ela sempre ressalta que pessoas trans merecem ser amadas e admiradas, além de compartilhar conteúdos super bem humorados.

*estagiária, sob supervisão de Leda Antunes

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos