Corpos de vítimas de chacina na capital paulista são liberados pelo IML

Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

Os corpos das vítimas das duas chacinas ocorridas na capital paulista entre a noite de ontem (4) e a madrugada de hoje (5) foram liberados pelo Instituto Médico-Legal (IML) no fim da tarde. Os crimes deixaram pelo menos nove mortos e três feridos. De acordo com a Polícia Militar (PM), os disparos foram feitos por pessoas que estavam em motocicletas nas zonas sul e norte da capital.

No Jaçanã, zona norte da cidade, seis homens foram mortos e três ficaram feridos na Rua Antônio Sérgio de Matos por volta das 23h20 de ontem. Policiais militares foram acionados para atender a uma ocorrência de disparos de arma de fogo no interior de um estabelecimento comercial e, ao chegarem ao local, encontraram uma pessoa morta na rua e cinco dentro de um bar. Os feridos foram socorridos e levados para hospitais.

Segundo boletim de ocorrência, um dos sobreviventes disse que dois indivíduos desconhecidos em uma moto Honda Twister, de cor prata, apareceram no local, e que o homem na garupa fez diversos disparos em direção às pessoas que estavam em frente ao bar, baleando Sidnei Rodrigues Cordeiro, de 38 anos.

Em seguida, o rapaz desceu da motocicleta, entrou no estabelecimento e foi até o banheiro, onde cinco homens tinham se escondido, e disparou contra eles. Todos foram baleados e morreram: Valdir Ferreira de Souza, de 46 anos; Adriano dos Anjos da Silva, de 39; Wellington Claudino de Souza, de 35; Gilmar Vieira da Silva, de 39; e Luiz Fernando Ramos, de 39.

De acordo com a Secretaria de Saúde do estado, o homem levado para o Hospital do Mandaqui estava em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na tarde de hoje. A Secretaria de Saúde do município disse que um dos feridos foi levado ao Hospital Municipal Jaçanã (Hospital São Luiz Gonzaga), mas não forneceu informações sobre o estado de saúde dele. A reportagem não conseguiu informações sobre o estado do terceiro ferido no ataque.

O caso foi registrado como homicídio qualificado no 73º Distrito Policial (DP) do Jaçanã e encaminhado para o Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Zona sul

No Campo Limpo, zona sul da cidade, três rapazes foram assassinados a tiros e um ficou ferido na madrugada de hoje. Policiais militares foram acionados por volta da meia-noite, também para atender a uma ocorrência de disparo de arma de fogo, dessa vez na Rua Carualina. No local, encontraram Wizmael Dias Correia, de 19 anos, com duas marcas de tiro no rosto. Ele foi socorrido no Pronto-Socorro do Hospital Campo Limpo, mas não resistiu.

Segundo informações do boletim de ocorrência, uma testemunha que estava com o jovem disse que ambos estavam andando de moto quando perceberam que estavam sendo seguidos por outra moto, uma Honda XRE, com dois homens. Assustado, Correia desceu do veículo, e o homem que estava na garupa da XRE sacou a arma e disparou contra ele, fugindo em seguida.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, cerca de meia hora depois, a polícia foi informada de que outros dois homens deram entrada no Pronto-Socorro do Hospital Campo Limpo, também com ferimentos por arma de fogo. Um deles era Vinícius Aparecido Paula Guedes, de 19 anos, que não resistiu aos ferimentos. O outro jovem havia sido atingido por um disparo na mão e ficou internado no hospital. Ambos foram baleados na Rua Professora Nina Stocco.

Kayke Santos Moreira, de 20 anos, estava na mesma rua no momento dos disparos e também foi atingido, morrendo no local.

A vítima sobrevivente contou aos policiais que estava entregando pizza e parou no local para pedir informações, quando passaram dois indivíduos atirando, que estavam também em uma moto Honda XRE. Ele afirmou não conhecer as outras pessoas que estavam na rua.

Os dois casos foram registrados como homicídio simples no 37º DP do Campo Limpo e encaminhado para o Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Secretaria da Segurança Pública disse que o DHPP assumiu as investigações dos dois homicídios múltiplos. No Jaçanã, foram apreendidas pela polícia cápsulas de calibre 45. Já na zona sul, cápsulas de calibre 380 e 9 mm foram recolhidas para perícia.

Matéria atualizada às 22h30 para acréscimo de informações