Correção

A Polônia ainda não adotou a vacina da farmacêutica chinesa Sinopharm, como afirmou incorretamente versão anterior da reportagem "Europa começa a avaliar aprovação à Coronavac". O país europeu, no entanto, avalia utilizar o fármaco.