Correios contratam fornecedores de lockers para iniciar operacão nas cidades do Rio e São Paulo

Extra
·2 minuto de leitura
Foto: Lucas Lacaz Ruiz / Agência O Globo
Foto: Lucas Lacaz Ruiz / Agência O Globo

Consumidores das cidades do Rio de Janeiro e São Paulo terão acesso em breve a uma nova modalidade de entrega pelos Correios: os lockers. A empresa lançou nesta semana um edital de credenciamento para contratação de empresas fornecedoras desses armários, para atuação nas duas capitais. A expectativa é que em 2021 tenha início a etapa de instalação dos lockers em todo o país.

O primeiro locker dos Correios no Brasil, inaugurado em outubro, já está em funcionamento no Distrito Federal, atendendo a cerca de 6 mil famílias da região do Paranoá/DF. Neste mês de novembro, mais um terminal será inaugurado no Rio de Janeiro.

Em novembro do ano passado, as estacões de metrô do Rio ganharam armários próprios para entrega de produtos. A plataforma de logística foi desenvolvida pela empresa brasileira Clique&Retire e está integrada aos principais sites de comércio eletrônico do país.

Com essa modalidade de entrega, o consumidor adquire um produto pela internet e escolhe a retirada no armário de sua escolha. Os lockers dos Correios vão permitir o recebimento de pacotes em horário ampliado de atendimento, em comparação com a entrega convencional, e em local de fácil acesso.

Leia também: Com Pix, será possível pagar taxa de passaporte e até inscrição para vestibular

"Por isso, os novos armários inteligentes serão instalados em pontos estratégicos e com grande fluxo de pessoas, como estações de metrô e trens e shoppings. Os terminais trazem maior conveniência e flexibilidade à população, principalmente para àqueles que não podem receber suas encomendas durante o dia, ou que moram em área com restrição de entrega, por exemplo", informou a empresa.

Todas as empresas que atendam às condições previstas no edital serão credenciadas, com envelopamento dos armários dos fornecedores selecionados com a marca dos Correios, ativados segundo a conveniência da empresa e interligados ao sistema automatizado da estatal.

As empresas interessadas em se credenciar precisam acessar o Sistema Eletrônico de Informações – SEI dos Correios e encaminhar o requerimento e documentação constante no edital.

O contrato terá vigência de 24 meses, contados a partir da assinatura, podendo ser prorrogado por até o limite de 60 meses. Mais informações estão disponíveis no site do Correios.