Correspondente da Globo usa termo racista ao vivo e vídeo viraliza; veja

Carolina Cimenti usou o verbo 'denegrir' ao comentar uma notícia (foto: reprodução / globonews)
Carolina Cimenti usou o verbo 'denegrir' ao comentar uma notícia (foto: reprodução / globonews)

Resumo da Notícia:

  • O jornalístico da GloboNews aproveitou o espaço do próprio programa para corrigir o verbo racista

  • Marcelo Cosme, que é o âncora do 'Em Pauta', deu espaço para a correspondente se explicar

O “Em Pauta”, da GloboNews, virou assunto nas redes sociais nesta quinta-feira (26) por conta da expressão racista dita pela correspondente Carolina Cimenti. Ancorada nos Estados Unidos desde 2016, ela falou “denegrir” ao comentar uma reportagem.

O comentário aconteceu no programa que foi ao ar na última terça-feira (24) e ganhou as redes sociais pelo TikTok e se espalhou no Twitter. No registro é possível ver o âncora Marcelo Cosme convidando a colega de atração para corrigir o uso do termo.

“Há pouco você usou uma palavra que não se usa mais: denegrir. Como temos essa liberdade, e estamos aqui para isso, quis chamar a atenção para que você pudesse se desculpar e seguir”, disse Cosme dos estúdios do programa no Rio de Janeiro.

A correspondente, então, contou o que quis dizer ao usar o verbo e afirmou: “É como se as acusações quisessem diminuir, ou manchar a imagem desse homem, e para isso usei uma palavra que é claramente racista e peço perdão”, afirmou.

Marcelo concluiu dizendo que uma das funções do jornalístico é ensinar o público: “Te agradecemos por ter corrigido”. No Twitter, o termo foi repostado por pessoas progressistas instruindo sobre o expressões que não são mais aceitáveis na sociedade e conservadores criticando a mudança da língua, que é viva.

Termo racista

O verbo ‘denegrir’ é considerado racista por ser usada para dar a conotação de alguém está “manchado”, difamado, caluniado, como uma coisa ruim na sua reputação ou pessoa. A palavra vem do latim denigrāre e significa tornar escuro, ‘enegrecer’.

Essa palavra, usada para dizer que alguém está "manchando" a imagem ou reputação de alguém, vem do latim denigrāre, que significa "enegrecer". Com a história racista e escravocrata do Brasil, que perpetuou por mais de 300 anos, e sempre ligou pessoas de pele negra a algo menor, até não humanos, o verbo tem uma conotação sempre negativa e reforça a ideia que pessoas negras são ruins.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos