Covarde e hipócrita, Biden se curva a esquartejador

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Joe Biden foi covarde. Joe Biden foi hipócrita. O presidente dos EUA viajou até a Arábia Saudita e se curvou ao ditador sanguinário Mohammed bin Salman, que ordenou o esquartejamento do jornalista Jamal Khashoggi e cometeu crimes de guerra no Iêmen. Uma figura tão repugnante como Bashar al-Assad, Saddam Hussein e Vladimir Putin.

Novos planos: Ao deixar de tratar Arábia Saudita como pária, Biden almeja mudar mercado do petróleo

Mais no blog: Sauditas ganham e palestinos perdem na viagem de Biden

O argumento da visita é o de que os EUA precisam do petróleo saudita para compensar o da Rússia. Nada impede os americanos de comprarem o petróleo da Arábia Saudita. Sempre compraram. O problema é humilhação de Biden ter de ir a Riad se encontrar com uma figura que ele próprio chamou de pária no passado. Uma figura que sequestrou o premier do Líbano, manteve a mãe em cativeiro, proíbe igrejas e sinagogas, persegue xiitas, considera homossexualidade crime, lidera um apartheid anti-mulher e apoiou jihadistas na Síria.

Ah, mas não bombardeia outro país, diferentemente de Putin. Mentira. Bombardeou escolas, casamentos, hospitais e até funerais no Iêmen. Ah, mas pode assinar um acordo de relações diplomáticas com Israel. Ótimo, que assine. Mas o presidente dos EUA não precisa ir até Riad se humilhar. Ou também iria a Damasco visitar Assad se o ditador sírio fizesse a paz com os israelenses, como quase fez em 2008?

Três anos depois: Visita de Bin Salman marca degelo entre sauditas e turcos três anos depois de assassinato de jornalista

Guerra eterna: Devastado por oito anos de guerra, Iêmen tem sistema público de saúde em ruína

O hipócrita Biden não convidou os ditadores de Cuba, Venezuela e Nicarágua para a Cúpula das Américas. Mas foi até a Arábia Saudita. Por que a diferença?

Biden não é o único. Todos os presidentes dos EUA nas últimas oito décadas abaixaram a cabeça para a Arábia Saudita e ignoraram o apoio dessa ditadura a jihadistas que inspiraram a al-Qaeda e o Estado Islâmico. Quinze dos 19 terroristas do 11 de Setembro eram sauditas. Donald Trump era até pior, chegando a ser amigo do esquartejador Bin Salman.

Para completar, Biden não visitou nenhuma nação da América Latina e da África, mas viajou para visitar o esquartejador na Arábia Saudita. Que moral terá Biden para condenar Putin e Assad? Nenhuma. É um hipócrita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos