Covas anuncia bônus a profissionais essenciais e reforço na fiscalização

ISABELA PALHARES
·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 25.03.2020: O prefeito Bruno Covas visita hospital de campanha no Anhembi. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 25.03.2020: O prefeito Bruno Covas visita hospital de campanha no Anhembi. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (6) que vai reforçar o número de equipes para fiscalizar comércios que não estão respeitando as regras de isolamento e para checar o cumprimento da nova regra de uso de máscaras na cidade. Ele também informou que vai pagar bônus a todos os servidores da prefeitura que trabalham em serviços essenciais.

Depois de recuar na medida de bloqueio de trânsito em vias da cidade, Covas informou que a prefeitura estuda novas medidas para restringir a circulação de pessoas e não descartou a possibilidade de ser decretado o lockdown (confinamento total, em que é proibido sair às ruas sem justificativa clara) em São Paulo.

"Se só estivesse na rua quem é trabalhador de serviço essencial, a gente não teria o trânsito que está ocorrendo. Quem está travando e atrapalhando o trânsito, são aqueles que não entenderam o recado", disse.

"Vamos continuar fazendo o que é necessário para salvar vidas, mesmo que isso signifique termos de adotar medidas mais rígidas", concluiu o prefeito.

Enquanto novas medidas não são apresentadas, Covas disse que irá reforçar a fiscalização de outras regras já estabelecidas na cidade, como o cumprimento de fechamento de comércios e serviços não essenciais. Ele informou que as equipes das subprefeituras também serão responsáveis por fiscalizar o uso de máscaras nos estabelecimentos.

Essas equipes, no entanto, não podem fiscalizar o uso de máscaras nas ruas. Segundo o secretário de Governo, Rubens Risek, ainda é preciso a publicação de uma norma para que a regra passe a valer. "Ainda não há uma definição de como e quem vai poder fazer a fiscalização do cidadão na rua. Hoje, a fiscalização é dentro dos estabelecimentos".

BÔNUS

Covas também informou que neste mês será paga uma bonificação a todos os servidores da prefeitura que trabalham em serviços essenciais, da área da saúde, limpeza urbana e assistência social. Ele não informou quantos profissionais receberão o bônus ou como feito o cálculo para definir o valor.

Segundo o prefeito, na área da saúde, a bonificação média será no valor de R$ 5.300.