Covas diz ter zerado fila por vaga em creche em São Paulo

ISABELA PALHARES
·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 15.11.2020 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 15.11.2020 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta quinta (17) ter zerado a fila histórica por vaga em creches na cidade de São Paulo. O desafio para o próximo ano, segundo ele, é garantir que a espera por matrícula nesta etapa da educação (para crianças de 0 a 3 anos) não volte.

"Pela primeira vez, não temos nenhuma criança aguardando por uma vaga em creche. É uma conquista da cidade de São Paulo, não apenas dessa administração. Essa conquista é dividida com todos os ex-prefeitos e ex-prefeitas que fizeram a sua parte para que a gente pudesse chegar aqui", disse Covas.

Apesar do anúncio do fim da fila de espera, a prefeitura informou que há ainda 900 matrículas em processo, ou seja, que ainda dependem da confirmação dos pais das crianças. Há ainda 540 famílias que rejeitaram as vagas oferecidas e continuam esperando pela matrícula em uma unidade de preferência.

Neste ano, a gestão Covas decidiu comprar vagas em creches da rede privada e também passou a matricular as crianças em unidades mais longe de casa, a até 5 km de distância de onde moram. As medidas foram adotadas justamente para zerar a fila de espera nessa etapa de ensino.

A prefeitura também admitiu que parte das matrículas efetuadas neste ano foi em unidades conveniadas que ainda estão em obras de adequação. Segundo o secretário de Educação, Bruno Caetano, cerca de 20 unidades ainda não estão prontas, mas ele diz que elas estarão preparadas para receber as crianças em 4 de fevereiro, quando está marcado o início do ano letivo.