Covas não irá se afastar da prefeitura após descoberta de novo nódulo

Gustavo Schmitt
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO - Os médicos do prefeito Bruno Covas afirmaram nesta quinta-feira que ele seguirá sua rotina de trabalho, apesar de se submeter a mais um tratamento após o surgimento de um novo nódulo no fígado. Ele luta há quase dois anos contra um câncer no sistema digestivo.

– O prefeito confirma que não vai se afastar. Se surgir fato novo, podemos ajustar. Agora ele continua trabalhando e despachando normalmente – afirmou o infectologista Davi Uip, um dos médicos que acompanham o tucano, durante entrevista coletiva no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Ele acrescentou que Covas tomou a decisão de não se afastar em concordância com a equipe médica.

O prefeito segue bem clinicamente, mas a doença, que estava controlada até o final do ano passado, "ganhou terreno".

O nódulo no fígado de Covas diagnosticado em outubro de 2019 tinha 2 centímetros. O de agora, no entanto, que é novo, tem alguns milímetros, o que foi destacado pelos médicos como algo positivo.