Covas nega que Marta já tenha espaço na próxima administração em caso de vitória

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 15.11.2020 - O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB). (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 15.11.2020 - O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB). (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, Bruno Covas, disse na manhã deste sábado (21) que não há espaço definido para a ex-prefeita da capital Marta Suplicy em um eventual novo mandato dele.

Covas conta com o apoio de Marta desde o primeiro turno, e nesta manhã ela esteve ao lado do candidato em campanha na zona sul da capital. Eles utilizaram um pequeno caminhão adaptado com parede de acrílico, semelhante ao veículo usado por papas em viagens internacionais, conhecido como papamóvel.

Indagado se Marta já teria espaço caso continue na administração municipal, Covas disse que "nenhum apoio de primeiro turno, muito menos agora de segundo turno, foi negociado com espaço na próxima administração. Aliás, não tem nem sentido lotear a próxima administração, se ela ainda nem existe".

"Vamos esperar o resultado das urnas, depois a gente conversa com todos os aliados. A gente tem um programa de governo a ser implementado na cidade de São Paulo. Enfim, não há nenhum loteamento prévio do próximo governo".

Questionado se o fato de Marta ter sido prefeita pelo PT causava incômodo à campanha, Covas negou. "O povo que decide, não tem nenhum problema em relação a isso. Agradeço muito por ela confiar no nosso trabalho e estar me apoiando nessa campanha".