Covas pede desculpas a Boulos por declaração de aliado

Silvia Amorim
·1 minuto de leitura
Ofotográfico / Agência O Globo
Ofotográfico / Agência O Globo

SÃO PAULO - O candidato à reeleição em São Paulo, Bruno Covas (PSDB), telefonou para o advesário Guilherme Boulos (PSOL) nesta terça-feira para pedir desculpas por uma declaração feita por um de seus aliados, ex-deputado Ricardo Tripoli (PSDB). Em um café da manhã no Sindicato Nacional dos Aposentados o ex-parlamentar disse:

- O adversário mata a mãe para ir ao baile de órfãos para poder entrar. Imagine a agressividade que esse sujeito tem - disse Tripoli durante um pronunciamento no encontro.

O ex-deputado estava acompanhando Covas na visita ao sindicato. Na ocasião, o prefeito recebeu o apoio do sindicato e não fez reparos à fala do aliado.

Mais tarde, o candidato tucano ligou para Boulos para se desculpar pelo ocorrido. Em nota à imprensa, o prefeito classificou como inaceitável e desrespeitosa a atitude de Tripoli.

"Atitudes como essa não contribuem para o processo democrático." A nota segue: "O prefeito Bruno Covas já se desculpou, pessoalmente, com Boulos e espera que as campanhas, seus aliados e militantes mantenham o respeito e o bom nível que tem ditado o tom da campanha até aqui".