Covid-19: Às vésperas das festas de fim de ano e com 3ª dose antecipada, Rio tem baixa procura por vacina

·2 min de leitura

Às vésperas das festas de Natal e réveillon e com a dose de reforço antecipada, a cidade do Rio registrou baixa procura pela vacina contra a Covid-19 nos últimos dias. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, a média de doses aplicadas por dia chegou a cair esta semana.

Na semana passada, o município aplicou, em média, 28 mil doses por dia, informa Soranz. Nesta semana, a média é de 25 mil.

Embora a cidade tenha liberado a terceira dose antecipada na terça-feira, os últimos dias não trouxeram um aumento de procura. Na quarta-feira, a Secretaria municipal de Saúde (SMS) aplicou a vacina em 23.866 pessoas, considerando todas as doses. Nesta quinta-feira, o total de doses aplicadas foi 26.780.

— Não notamos aumento de procura nos postos pela vacina contra a Covid nos últimos dias. Até tentamos reforçar a campanha para quem ainda não tomou a dose de reforço, porque estamos com um número muito baixo de procura nas unidades. Especialmente nessa última semana, a movimentação caiu muito — diz Soranz.

O secretário refaz o apelo pela vacinação.

— É muito importante a dose de reforço para quem recebeu a segunda há mais de cinco meses. Quem for viajar ou tiver que tomar o reforço antes da data pode antecipar um pouco. O número de pessoas que deveriam tomar a dose de reforço essa semana ficou dentro do esperado, mas o ideal seria que a gente tivesse um pouco mais de procura — afirma.

O secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, informou na terça-feira que quem está perto de completar cinco meses desde a segunda dose da vacina contra a Covid-19 — uma das condições para receber a terceira, segundo orientação da prefeitura — pode antecipar seu reforço se estiver com viagem planejada para o Ano Novo. A possibilidade de adiantamento se estende, segundo ele, a quem tiver outra justificativa, como uma cirurgia eletiva agendada ou simplesmente o desejo de se sentir mais seguro durante o período de festas. Em um ofício enviado a todos os postos nesta terça-feira, a prefeitura orienta que para a população geral é permitido a antecipação para até três meses. Soranz reforça que o ideal é que o prazo não se distancie muito do padrão de cinco meses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos