Covid-19: 76% dos internados no Hospital Emílio Ribas não têm vacinação completa

·1 min de leitura

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informou neste sábado que 76% dos pacientes internados pela Covid-19 no Instituto de Infectologia Emílio Ribas não se vacinaram ou tem imunização incompleta. Isso significa que das 50 pessoas nos leitos de enfermarias e UTIs com confirmação ou suspeita de infecção pelo novo coronaírus, 38 não estão com a vacinaçao em dia.

A unidade, que é referência no tratamento de doenças contgiosas, possui hoje 145 leitos de UTI e enfermaria disponíveis para atendimento de casos de Covid-19 e outras doenças.

Para o levantamento, o governo estadual considerou a quantidade de doses indicada para cada indivíduo no calendário atual, segundo informações do G1. Por exemplo, a vacinação foi considerada incompleta para pacientes que tomaram a segunda dose há mais de quatro meses e que ainda não receberam o reforço. O mesmo critério foi usado para aqueles que receberam o imunizante da Janssen há mais de dois meses e não tomaram a injeção extra recomendada.

A Secretaria de Estado da Saúde ressalta a importância da conclusão do esquema vacinal com a segunda dose, seguida do reforço.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos