Covid-19: Anvisa autoriza aplicação da vacina da Pfizer em crianças maiores de 12 anos no Brasil

·2 minuto de leitura
Foto: AP Photo/Elaine Thompson
Foto: AP Photo/Elaine Thompson
  • Anvisa aprovou usou de vacinas da Pfizer em crianças maiores de 12 anos no Brasil

  • Farmacêutica havia entrado com pedido no final de maio

  • No país, além da Pfizer, estão sendo aplicadas os imunizantes Coronavac e AstraZeneca/Oxford

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta sexta-feira (11), o uso da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em crianças maiores de 12 anos. A medida segue a tendência de outros países que já autorizaram o imunizante para a mesma faixa etária, como os Estados Unidos.

A Pfizer, que já tem registro definitivo de sua vacina no Brasil, havia entrado com pedido de autorização para incluir adolescentes em 31 de maio.

Leia também

O Brasil fechou dois contratos de fornecimento com o laboratório norte-americano para receber 200 milhões de doses da vacina ainda neste ano. Além do imunizante da Pfizer, o país vem utilizando a CoronaVac e a vacina da AstraZeneca/Oxford em sua campanha de imunização nacional.

Governo Bolsonaro recusou imunizantes por preço abaixo do mercado

Foto: AP Photo/Eraldo Peres
Foto: AP Photo/Eraldo Peres

O governo de Jair Bolsonaro recusou vacinas da Pfizer no ano passado por metade do preço pago por Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia. Os imunizantes, considerados em agosto de 2020 "caros" pelo então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, teriam sido entregues em dezembro do ano passado a 10 dólares a doses. Estavam previstas inicialmente 70 milhões delas. As informações são da Folha de S.Paulo.

O Ministério da Saúde, agora comandado por Marcelo Queiroga, prevê R$ 30 bilhões para a vacinação no país. Essa valor equivale a 10% do auxílio emergencial em 2020 e também é menos do que os R$ 44 bi previsto para este ano como compensação pelo fechamento da economia.

EUA e Reino Unido, que já imunizaram 40% da população, pagaram 20 dólares pelas doses da Pfizer. Para a União Europeia, esse preço ficou em US$ 18,60.

No Brasil, as primeiras doses chegaram apenas em abril, oito meses depois do contato inicial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos