Covid-19: após recuo do Ministério da Saúde, cidade do Rio vai reconsiderar vacinação de adolescentes de 12 e 13 anos sem comorbidades

·1 minuto de leitura

RIO — Depois que o Ministério da Saúde reviu sua orientação de vacinar crianças e adolescentes sem comorbidades contra a Covid-19, a Secretaria municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro vai reconsiderar a imunização de pessoas com 12 e 13 anos, grupos ainda não contemplados pela campanha na cidade. No entanto, a vacinação de adolescentes com 14 anos, marcada para esta quinta e sexta-feira, está mantida, anunciou a secretaria.

"A recomendação do Ministério da Saúde (MS) leva em consideração o momento de escassez de vacinas. No Rio de Janeiro, a vacinação dos adolescentes de 14 anos, já marcada para esta quinta e sexta-feira (16 e 17), está mantida. Sobre o atendimento aos meninos e meninas de 13 e 12 anos, o tema será submetido na próxima segunda-feira (20) ao Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19, que avaliará as ponderações do MS. O assunto também está em discussão pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass)", disse a SMS, em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos