Covid-19: Brasil precisa aplicar 204 milhões de doses e pode atingir marca só em 2022

·2 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - JUNE 18: A senior citizen receives the coronavirus vaccination shot at a vaccination post at UBS ColomboBasic Health Unit on June 18, 2021 in Sao Paulo, Brazil. According to official figures released by the Health Minister, the death toll in Brazil is approaching half a million victims. President Jair Bolsonaro faces a probe as the country undergoes the second-deadliest COVID-19 outbreak outside of the United States. Protests are being held against the Copa America, which is being played in four Brazilian cities amid a surge in cases and deaths.  (Photo by Rodrigo Paiva/Getty Images)
Idoso recebe a vacina contra o coronavírus em um posto de vacinação na Unidade de Saúde em 18 de junho de 2021 em São Paulo, Brasil. (Foto Rodrigo Paiva / Getty Images)
  • O Brasil precisa aplicar 204 milhões de doses da vacina contra o coronavírus para controlar a pandemia

  • A quantidade imunizará 90% da população acima de 18 anos

  • A cobertura vacinal, segundo professores universitários, só poderá ser alcançada em 2022

Para atingir 90% da população adulta vacinada contra o coronavírus (meta segura para controlar a pandemia), o Brasil ainda precisa aplicar 204 milhões de doses. Apesar da aceleração do calendário, a imunização completa só poderá ser alcançada em 2022.

O prazo foi estipulado por professores da USP, (Universidade de São Paulo), UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), em estudo divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo com base no banco de dados oficial do Ministério da Saúde.

Leia também

Atualmente, o país tem hoje 160 milhões de cidadãos brasileiros com mais de 18 anos e que são elegíveis para a vacinação. Até a última quinta-feira (17), 60 milhões receberam pelo menos a primeira dose da vacina, o equivalente a 37,5% da população adulta.

A taxa dos brasileiros que receberam as duas doses e estão completamente imunizados é anda menor: 14,9% da população (24 milhões).

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, os professores calculam que, para que a imunização coletiva seja atingida ainda neste ano, será necessário aplicar mais de um milhão de doses diárias de vacinas até dezembro.

A meta é considerada factível por eles, "considerando o histórico de sucessos de campanhas de vacinação do SUS". Mas não será alcançada "se mantidas as médias abaixo de 700 mil doses diárias que vêm sendo observadas", disse à Folha o professor Guilherme Loureiro Werneck, da UERJ, um dos coordenadores do trabalho, assinado também por Ligia Bahia e Jéssica Pronestino de Lima Moreira, da UFRJ, e Mário Scheffer, da USP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos